Truques Malucos Com Fitas Modelo

Como vender para você sair bem nas fotos

O orgulho pode aparecer a qualquer nível escolar, até depois da primeira experiência de uma iluminação. A experiência normalmente direta de uma iluminação fortalece o aluno na compreensão do budismo e a sua condenação no valor da doutrina fica realmente firme. Contudo nesta etapa os alunos inclinam-se a acreditar que já aprenderam tudo que já completamente entendem o budismo e não precisam do Professor.

O objetivo importante no treinamento budista — para aprender a fazer funcionar as emoções, mas não se fazer funcionar por eles. Não há nada mal na maior parte de parte de emoções, contudo muito poucas pessoas corretamente e apropriadamente ature as emoções. As pessoas voam em uma raiva em ninharias, as pessoas transferem as emoções para outro, situações impróprias. Um professor dzensky especifica que se a pessoa ficar zangada, tem de ser algo como um pequeno trovão; a raiva assim atura-se completamente e depois que pode rejeitar-se absolutamente / Sudauki-rosha, 28/.

Na escola dzensky de Soto explicam a alunos que o aspecto mais importante do treinamento se une com a sua vida diária que têm de aprender a resolver o pessoal koan, problemas de ocorrência diários como não se encontram antes de todo o mundo.

O princípio fundamental das relações sociais compõe-se que todo o mundo tem de lembrar-se de que todos os seres possuem a natureza de Buda. É necessário tratar cada pessoa portanto como se seja Buda. As relações sociais representam a possibilidade importante da prática destes ideais budistas, transferrings à vida prática da realização tranquila desenvolvida na meditação.

Estes ideais complementam um a outro melhor do que contradizem um a outro. O conceito de Arkhat alinha-se no autodomínio e no trabalho em si mesmo, o ideal de Bodisattva acentua o serviço ao outro; ambos é necessário para o desenvolvimento espiritual / II/.

A quarta Verdade afirma que há um caminho da eliminação de desejos e um descontentamento: é o Caminho Octal Nobre ou caminho Mediano. A maioria de pessoas procuram os prazeres sensuais maiores possível. Dão a outros, entendendo a limitação dele, a outro extremo — automatança. Um ideal budista — moderação.